quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Tu B'Shevat

 O dia 15 de Shevat é também conhecido como o "Ano Novo das Árvores". É na lua cheia de Aquário que o Reino Vegetal recebe seu grande influxo de Luz.

O Reino Vegetal, na Cabalah, tem intrínseca relação com nossa dimensão emocional, ou seja, as sete sefirot: Yessod, Hod, Netzach, Tiferet, Guevurah e Chessed.

As árvores remetem também à Árvore da Vida e, portanto, toda a nossa Árvore da Vida recebe Luz nesse dia.

O Reino Vegetal, em especial as árvores, tem a capacidade de sair das trevas em direção à Luz. Eles também transmutam os dejetos em alimento, ou seja, naturalmente realizam o tikun da Criação. Devemos olhar para eles como exemplo da nossa missão também, que é transformar Trevas em Luz.

A primeira função do Reino Vegetal, ao ser criado, foi servir de alimento para os demais seres de Malchut.

Este ano, Tu B'Shevat será no dia 30/01. Portanto, realiza-se o ritual no dia 29/01 a partir das 18hs (19hs para aqueles que estão em horário de verão). Coincidirá com o Shabat Beshalach, que tem a energia de "abertura do mar vermelho" (utilização dos 72 Sopros de Elohim para colocar ordem nos pilares da esquerda e direita), portanto, será duplamente luminoso.

Realizamos o ritual de Tu B'Shevat justamente para iluminarmos nosso emocional.

Para que possamos "festejar" este momento luminoso juntamente com o reino vegetal, realizamos algumas ações.

Na noite de Tu B'Shevat (ou seja, no início do dia), fazemos uma ceia festiva contendo estes vegetais:

- Cevada;
- Trigo;
- Oliva;
- Romã;
- Uva;
- Figo;
- Tâmara.

Claro que podem ser incluídos quantos frutos se desejar. Mas estes são representativos das Sefirot. Para os cabalistas, ao consumirmos estes alimentos, liberamos a luz que está contida neles para que ela se eleve e ilumine o restante do ano. Quanto mais vegetais no seder de Tu B'Shevat, melhor.

Também é um lindo hábito de Tu B'Shevat plantarmos uma muda de árvore. Claro que vale plantar qualquer muda de plantinha!

Se você já pratica seus rituais cabalistas, como o sagrado Shabat, pode também nesse dia, antes da ceia, acender velas de yom kadosh e ler o salmo 104. O Salmo 150 é bom também para essa ocasião. Assim como todos os salmos de que você goste. Sempre na versão hebraica, que é a original. (Acenda as velas de Yom Kadosh *antes* das de Shabat!!!)

Os cabalistas de Sfat realizam um Seder (jantar) semelhante ao de Pessach. Se houver próximo a você um Kabbalah Centre, procure-os e desfrute desse interessantíssimo ritual.

As demais tradições cabalistas realizam rituais mais singelos, porém, muito luminosos.

Mazal Tov para todos nós e especialmente, para o Reino Vegetal!!!



2 comentários:

rudyrafael disse...

Interessante a Lua em Aquário estar ligada de certa forma ao plano emocional.
Aquário é de Ar, representa mais o intelecto do que as emoções.
A Lua em Aquário é a lua do "liga/desliga" das emoções; lua de desapego e que pode chegar à indiferença negativa.

Moriah disse...

Oi, Rudy! Seja bem-vindo!

Tu B'Shevat está intimamente ligado a TuBeAv, que é a lua cheia de Leão no calendário cabalista. Tu BeAv é o "dia dos namorados" da Cabalah, ou seja, um momento de grande luz para os relacionamentos de casal.

Aquário está ligado ao coletivo também, e à Era de Mashiach, ao Olam HaBah (Mundo Vindouro), enfim, ao momento de mudança de consciência do Universo.

Neste momento, "todas as almas gêmeas se reencontrarão". Isto, para a Cabalah, significa apenas que conseguiremos reequilibrar masculino e feminino internos, gerando, exteriormente, encontros elevados de masculinos e femininos.

Lech LeShalom!