quarta-feira, 21 de abril de 2010

Afinal, o que é Cabala / Kabbalah / Qabalah / Cabalah?

A Cabalah é um método para se alcançar a Iluminação.

Como todo método de Iluminação, ela envolve determinadas disciplinas, práticas "obrigatórias", hábitos inegociáveis.

Existem práticas referentes à alimentação, práticas referentes ao trato com dinheiro e posses materiais, práticas referentes à sexualidade, práticas referentes à relação com as demais criaturas do planeta e, principalmente, práticas para conexão com o Criador.

O principal conceito que deve permear todas as atividades diárias do cabalista é "amar ao próximo como a si mesmo".

O cabalista busca tornar-se um canal e uma morada para o Criador dentro da fisicalidade. Para isso, ele busca extirpar todas as ilusões e obstáculos que o impedem de se tornar tal.

A maior ilusão, o maior obstáculo é justamente o fato de não nos sentirmos unidos à toda a Criação. Por isso, nos é tão difícil "amar ao próximo como a nós mesmos".

O Sefer Chassidim (p.553) explica este sentimento fragmentado da seguinte forma: "Algumas pessoas rezam e não são atendidas porque permanecem insensíveis aos males dos seus semelhantes". Isto significa que eu jamais me tornarei um canal para a Luz se não me importar com as demais criaturas que me rodeiam.

Portanto, é missão do cabalista extirpar o caos do Universo.

Para trazer o equilíbrio de volta à Criação, o cabalista detém determinadas ferramentas, as quais ele deve compartilhar com os seus semelhantes. Ele irá fazer isso respeitando a diversidade que o Criador desejou que houvesse neste Universo.

Isto significa que a Cabalah NÃO É UMA RELIGIÃO. NÃO BUSCAMOS SEGUIDORES. BUSCAMOS AJUDAR A TODO AQUELE QUE DESEJA SER UM VETOR DE ELIMINAÇÃO DO CAOS DO MUNDO.

Por último, a Cabalah não lhe trará felicidade instantânea, muito menos "a salvação". Você é a única pessoa capaz de se "salvar". Depende de você fazer o que deve ser feito, se tornar uma pessoa melhor, ajudar ao próximo com respeito e compaixão, perceber seu impacto negativo no planeta e corrigi-lo. A Cabalah lhe dará ferramentas extremamente eficientes para que você alcance esses objetivos.

Lech LeShalom

****************************
Literatura para quem deseja conhecer melhor a Cabalah:

"A prática do misticismo judaico" - Rabino David Cooper. ("God is a Verb" - original em inglês MUITO mais completo do que a tradução para o português)

"Tornar-se como D-us" - Michael Berg

3 comentários:

Beta disse...

Muito bom, Flor! So nao sei se todos os cabalistas vao entrar num acordo a respeito das praticas obrigatorias!

Moriah disse...

Que bom que vc curtiu, Beta!

Cada grupo tem as suas interpretações sobre a obrigatoriedade e as mensagens crípticas de D-us. No entanto, todos concordam de que há a necessidade de obrigatoriedade de algo para desenvolver determinados atributos, como Disciplina, sumissão ao Eterno e Humildade.

As "obrigatoriedades" - ou mandamentos - servem para destruir o ego, principalmente.

Um beijo!

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

A luz emana do Eterno e as transgressões separam a humanidade de seu Criador. Pela instrução tomamos consciência desta realidade e compreendemos que os nossos anos terminam como um breve pensamento. Tornamo-nos, portanto, dependentes da graça e da benignidade do Eterno. Neste sentido, os métodos podem ajudar no cumprimento da instrução, sem se tornarem um fim em si mesmos e, apesar da observância do mandamento, cujo padrão elevado jamais se alcança, torna-se o homem carecedor da misericórdia, de um favor imerecido.